Em geral

Os ratos têm medo de cachorros

Os ratos têm medo de cachorros

Os ratos têm medo de cães?

Muitas pessoas acham divertido pensar em um rato com medo de um cachorro.

Essa ideia decorre do fato de que as duas espécies vivem muito próximas há muito tempo e, embora não sejam inimigos naturais, o camundongo costuma ser um recurso alimentar inferior para um cão, podendo ser uma ameaça à saúde de um cão, bem como seu bem-estar.

No entanto, na vida real, a maioria dos ratos não tem medo de cães.

Na natureza, as populações de camundongos se adaptaram para coexistir com os cães porque os cães os mantêm sob controle.

Os ratos podem correr tão rápido quanto cães, mas não são tão rápidos ou tão grandes e não podem pular tão alto.

Eles também não se dão bem nas mandíbulas de um cachorro.

Mesmo que a boca de um cachorro seja muito poderosa, os ratos são muito menores do que um cachorro e os dentes afiados podem causar ferimentos graves, incluindo perfurar órgãos e causar sérios danos internos.

Mesmo que um rato sobreviva à mastigação de cães, ele pode ficar enfraquecido pela experiência.

Como eles se dão bem?

Embora seja possível separar as duas espécies com facilidade, você também pode encontrar evidências de que elas vivem pacificamente juntas.

Por exemplo, pesquisadores no Reino Unido notaram uma queda acentuada na quantidade de ligações para "cães maltratados" recebidas por suas forças policiais durante os meses de verão, quando os ratos são mais ativos.

Eles também descobriram que esses gritos de espancamento geralmente ocorriam entre 7h e 11h, sugerindo que os cães tinham mais facilidade para lutar contra os ratos durante esse período.

Outro exemplo interessante de coexistência de ratos e cães é fornecido por um estudo em Israel.

Os pesquisadores observaram que, embora o camundongo seja a espécie maior, normalmente é o cão que começa a luta saltando sobre um camundongo adormecido.

Embora um cão possa comer um rato, a luta geralmente dura apenas alguns segundos.

Os resultados do estudo também revelaram que um cão só vai atacar um rato adormecido se ele tiver um companheiro.

Por exemplo, se você deixar um rato em uma sala com apenas um cachorro, isso não o incomodará, mesmo que o rato não tenha ideia de que o cachorro está lá.

A presença de um ser humano geralmente torna o ataque do cão menos provável.

Ratos e cães têm uma longa história

Embora eles não tenham inimigos naturais da mesma forma que outras espécies, a estreita associação das duas espécies é provavelmente algo evolutivo, remontando a milhares de anos.

No passado, os ratos eram uma importante fonte de alimento para vários cães.

Isso significa que eles tiveram tempo para se adaptarem.

Embora o cão seja um pouco mais forte e agressivo, os ratos desenvolveram estratégias defensivas e protetoras para ajudá-los a lidar com a situação.

Qual é a diferença entre cachorros e raposas?

Os cães e as raposas são semelhantes em muitos aspectos, por isso pode ser difícil distingui-los.

Aqui estão algumas maneiras em que eles diferem:

Tamanho

Se um cachorro e uma raposa têm o mesmo tamanho, a raposa geralmente é menor.

Isso ocorre porque a raposa tem que caçar em pares, então ela só precisa de uma pequena quantidade de comida, enquanto o cachorro tem que encontrar o suficiente para alimentar a si mesmo e a um humano.

No entanto, um cão precisa de muita comida.

Um cachorro grande pode comer até três vezes o seu próprio peso.

Os cães também são muito bons em digerir alimentos, o que significa que podem comer muita comida em pouco tempo.

Uma raposa só pode comer cerca de metade de seu peso corporal por dia.

Se você comparar o tamanho médio de um cachorro e de uma raposa, é provável que a raposa seja menor.

Uma raposa fêmea pode pesar cerca de quatro vezes mais que uma cadela, então você também pode esperar que o cão seja menor.

Pele

Raposas e cachorros podem ter cabelos longos e crespos, mas o pelo de uma raposa é muito mais áspero do que o de um cachorro.

Os cães têm pelagem lisa, enquanto a raposa pode ter pelo curto ou longo, dependendo da raça.

Em ambos os casos, porém, será muito difícil distinguir um cachorro de uma raposa.

Raça

Os cães costumam ser classificados como uma única raça, enquanto as raposas costumam ser agrupadas em mais de um tipo.

Por exemplo, um border collie é um tipo de cão, mas também faz parte da grande família dos terriers.

Da mesma forma, uma raposa freqüentemente será dividida em grupos de terriers, gralhas ou cães aquáticos.

Se você olhar para o casaco de um cachorro, às vezes você pode perceber a diferença entre certas raças, mas isso não funciona para raposas.

Tamanho e cor

O tamanho é apenas uma maneira pela qual você pode distinguir um cachorro de uma raposa, e só pode ser usado como um guia.

Na realidade, um cachorro pode ser maior do que uma raposa, mas a pelagem pode fazer com que pareça menor.

Da mesma forma, você pode ter uma raposa com pelo comprido, mas um cachorro também pode ser peludo.

Tanto um cachorro quanto uma raposa têm uma variedade de cores, mas a gama de cores que você pode encontrar em uma raposa geralmente é muito mais ampla.

Freqüentemente, é possível encontrar raposas com pelo preto, branco, azul e até marrom.

Os cães tendem a ter cores mais limitadas, e não é incomum encontrar um cão cinza ou branco, por exemplo.

Som

Embora a forma como os cães latem seja geralmente a mesma que as raposas, também é possível encontrar algumas diferenças.

Por exemplo, uma raposa pode ter um latido mais agudo, enquanto um cachorro irá latir de uma forma mais excitada ou assustada.

O som de uma raposa latindo pode ser semelhante ao de uma gralha, mas


Assista o vídeo: O Rato e o Queijo HD (Janeiro 2022).